Menu

Notícias

09/10/2020

Dia das Crianças: Brincadeiras cheias de afeto são mais construtivas

Confira cinco sugestões para brincar em família

Tabuleiro, quebra-cabeças, jogo da memória, dobraduras, pega-pega, esconde-esconde, pega-vareta e jogos de adivinhação são apenas algumas referências de brincadeiras que nós e nossos pais conhecemos. Mas será que as crianças de hoje já brincaram com alguma delas? Em outros tempos, os pequenos usavam muito a criatividade para construir os próprios brinquedos e se divertiam no contexto em que viviam; hoje, com a chegada da tecnologia, eles estão mais empoderados, decidem com o que querem brincar e passam horas na frente do computador, tablet ou smartphone.

De fato, o ritmo das crianças de hoje é muito diferente, elas têm uma configuração neurológica mais elaborada, enfim, se adaptam mais rapidamente às mudanças ditadas pelo mundo. E por isso mesmo é que pais, avós e responsáveis precisam estar atentos a essas mudanças para acompanhar tudo de perto e da melhor forma. Diante desse cenário, a psicopedagoga, terapeuta de família e escritora do livro “Ser Mãe ou Ter um Filho”, Circe Palma, entrevistada pelo Zaffari Card e Bourbon Card, fala sobre o universo das crianças e explica formas de fazê-las se interessarem pelas velhas brincadeiras. Confira o conteúdo completo!

Por que as crianças gostam de brincar?

Circe Palma: É no brincar que elas aprendem e resolvem muitas questões internas latentes, como frustrações e mágoas. O imaginário infantil é carregado de simbolismos que refletem o que vai no íntimo dos pequenos e que eles não sabem explicar (porque não têm entendimento nem vocabulário para tanto). Se uma criança tem ciúmes de um irmão mais novo que acaba de chegar na família, ao menos na fantasia essa criança pode criar uma história apenas tendo ela e os pais como protagonistas: e isso não está errado, pois a lógica infantil é uma habilidade que os pequenos desenvolvem com o tempo. 

O que mudou entre o brincar de hoje e o brincar de antigamente?

Circe Palma: A mudança se baseia em cada época. Hoje as demandas e os interesses são outros. Além do mais, a velocidade da informação, a tecnologia, os valores éticos e morais estimulam as crianças a expandirem as suas percepções de mundo através da evolução de suas redes neurais. É sempre bom lembrar que vivemos em uma cultura digital, e não mais analógica.

“Dizer apenas

‘desliga o computador e vai brincar’

ou ‘chega de computador’

não significa nada para os pequenos.

O desafio é convidá-los

para brincar junto com você,

mostrando que a sua companhia

e as suas brincadeiras são

muito legais e, claro, deixando

a imaginação fluir.” 

 

Com as crianças hoje sendo nativos digitais, como podemos despertar dentro de casa a atenção delas para brincadeiras fora das telas?

Circe Palma: As crianças gostam de se sentir amadas, queridas e cuidadas pelos adultos. Quanto mais forte e rica for essa esteira da amorosidade, melhor será o relacionamento entre pais e filhos. Dizer apenas “desliga o computador e vai brincar” ou “chega de computador” não significa nada para os pequenos. O desafio é convidá-los para brincar junto com você, mostrando que a sua companhia e as suas brincadeiras são muito legais e, claro, deixando a imaginação fluir. Diga a ele “eu tive uma ideia” e você vai ver os olhos dele brilharem. Então se o adulto motivar e der uma opção que esteja ligada ao afeto, a criança com certeza vai largar as telas (como jogos online) para brincar com você. 

Sugestões de brincadeiras para pais e filhos em casa

Quer curtir momentos de pura diversão com seus filhos? Então confira em nossa galeria algumas brincadeiras que separamos para você aproveitar em casa com os pequenos e reunir a família toda. E se a fome apertar depois de tanto agito, preparar comidinhas deliciosas parece uma boa ideia? Leve as crianças para a cozinha e façam juntos receitas maravilhosas e que ficam prontinhas com poucos ingredientes e em poucos minutos. No Receitas Zaffari, nosso canal do Youtube, você aprende a preparar a versão irresistível de cupcake de cenoura com cobertura de chocolate.

Gostou das nossas dicas e por isso mesmo quer presentear seu filho com um novo brinquedo que vai fazer vocês se divertirem ainda mais juntos? Na Revista do Dia das Crianças, você encontra sugestões de produtos com condições de parcelamento exclusivas para os Clientes Preferenciais Zaffari Card e Bourbon Card, nas lojas do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Aproveite!


1. Poção mágica

Vamos procurar ingredientes para preparar uma poção mágica? Aqui a cozinha vai ser, indiscutivelmente, o melhor lugar da casa. Pode ser aquele tempero esquecido na gaveta, folhas e flores secas, um pouco de pó de café ou qualquer ingrediente que encontrar. Quando sua poção estiver pronta, considere distribuir magias para muitas outras crianças e adultos!


2. Teatro de fantoches

Histórias ajudam a estimular a imaginação e favorecem o mundo lúdico da criança, o que é extremamente importante. No teatro de fantoches, a criatividade vai comandar o espetáculo. Os atores podem ser bonecos de pelúcia ou até meias customizadas. Os adultos podem começar a contar a história - que pode ser inventada ou ainda recriada a partir de fábulas já conhecidas pelas crianças. Depois, as posições se invertem e os filhos inventam seus próprios enredos. A sala ou o quarto são ambientes ideais para criar o clima.


3. Caça ao tesouro

As crianças vão adorar brincar de caça ao tesouro em casa. Uma tipo de “caçada” interessante é a chamada caça ao tesouro sensorial. Você faz uma lista de texturas (liso, duro, macio, áspero) e as crianças precisam andar pela casa para encontrar. Para os maiores, a brincadeira fica mais interessante se tiver um tempo determinado para cumprir a tarefa. Use um cronômetro ou o próprio relógio para contar os minutos.


4. Circuito de atividades

Para as crianças ligadas no 220, uma ótima brincadeira é aproveite os móveis que você tiver em casa para fazer um circuito de atividades que pode incluir subir e descer do sofá, engatinhar ou se arrastar por debaixo da mesa escapando de obstáculos, subir escadas, saltar da cama e ainda escalar paredes, uma atividade que os pequenos amam fazer e que nem sempre os pais costumam estimular. Dá para fazer com crianças de todas as idades.


5. Telefone sem fio

Mais um clássico das brincadeiras, ideal para grupos com no mínimo três integrantes. Uma pessoa fala uma palavra ou frase (o segredo) no ouvido de outra pessoa ao seu lado, de modo que os demais participantes não escutem. Quem ouviu o segredo repete para o próximo participante e assim até chegar ao último, que deve contar o segredo em voz alta. É comum a palavra ou frase ser mal-entendida e por isso passada aos demais ouvintes de forma cada vez mais deturpada, chegando totalmente diferente ao ouvinte final, e isso é o que torna a brincadeira divertida.

Notícias mais lidas

Ainda não é cliente?

Cadastre seu e-mail no campo abaixo para conhecer todos os benefícios do Cartão Zaffari e receber notícias e novidades.

App Zaffari e Bourbon

Acesso rápido e simples a tudo que você precisa saber sobre o seu cartão.

Baixe nosso aplicativo na App Store! Baixe nosso aplicativo na Google Play!
Olá! Estamos aqui para ajudar!

Fechar
Atendimento ao cliente