Novidades

Aumentar fonte Diminuir fonte Imprimir

14/05/2019

Uma das melhores formas de conhecer um destino e a cultura local é através da comida típica daquela região. E num país tão exuberante e tão continental quanto o Brasil, o alimento torna-se um símbolo, uma identidade. Essa é a opinião da gaúcha Sophia Catalogne, nossa convidada especial para compartilhar as belezas da gastronomia nacional nesta matéria.

 

O nosso país soube combinar muito bem a riqueza do solo com o mix de etnias e miscigenação. O resultado é uma gastronomia plural, com uma grande variedade de ingredientes, sabores, aromas e temperos em cada uma das cinco regiões.

Do Oiapoque ao Chuí: são muitos “Brasis” dentro do Brasil

Sul

Uma região com três estados e três belas serras, fronteiras hermanas e diferentes colonizações, que resultam em uma gastronomia múltipla.

Sopa de capeletti ou agnolini, típica da Serra Gaúcha

Churrasco, carreteiro, pinhão, bergamota, tainha, barreado, os cafés coloniais e outros pratos típicos da Alemanha, as massas, galetos e polenta – herdados da Itália e adaptados localmente.

Por ser gaúcha, morar em Porto Alegre e ser apaixonada por viagens e experiências, essa é a região que eu mais tenho oportunidade de explorar. E são tantas descobertas deliciosas!

Sudeste

Metrópoles, mais serras, belas praias e diversidade.

São Paulo é um dos meus destinos favoritos quando o assunto é gastronomia. Sabe a expressão “não há o que não haja”? São Paulo é assim, repleta de opções para todos os gostos e bolsos, destino perfeito para um food tour.

Quando o assunto é Sudeste, principalmente São Paulo e Rio de Janeiro, é impossível não lembrar da tradicional feijoada, que eu acredito que seja o prato que mais tenha a “cara” do Brasil. Feijoada com caipirinha de limão e cachaça, é claro. Afinal, não existe bebida mais brasileira!

E se falamos em cachaça, não temos como deixar Minas Gerais de lado e, consequentemente, o pão de queijo, queijo da Serra da Canastra, doce de leite (e outros doces em calda) e os famosos “mexidos”. Dizem que quem conhece Minas Gerais, não esquece jamais. Eu concordo!

Pão de Queijo com Doce de Leite, iguaria mineira

Centro-Oeste

Fronteiras, planaltos, chapadas, serras, depressões, planícies e natureza em abundância. A região que foi habitada primeiramente por povos indígenas é quase uma aula de geografia.

O cerrado é privilegiado por ter frutas como a graviola, caju, cajá e gabiroba, mas os pratos mais tradicionais do Centro Oeste são os peixes de água doce, como é o caso do pacu frito ou assado. O que eu mais gosto e que remete à casa dos meus avós e à minha infância é a pamonha e o curau (que inclusive é um dos meus doces favoritos até hoje).

Nordeste

Além das praias mais lindas, com o mar em tons de verde e azul inimagináveis, o Nordeste é um banquete de opções gastronômicas.

A Bahia tem tanta comida típica que poderia ser uma nação a parte. Vatapá, sarapatel, caruru, acarajé, bobó de camarão, moqueca, além da tapioca e das cocadas. É um mix tão rico e tão cheiroso que senti o aroma do azeite de dendê enquanto escrevia.

Sorvete de açaí com tapioca, bem comum ao longo de toda região Nordeste e Norte

A região é famosa pela casquinha de siri, carne de sol, cuscuz, buchada, siri, lagosta, ostras, baião de dois, feijão verde e a lista não pára por aí! São tantos sabores diferentes do meu cotidiano que não tenho como não relacionar o Nordeste com férias.

Norte

O Norte é a minha maior surpresa! Estive no Pará há muitos anos e desde então a minha relação com o Brasil mudou, tanto é que Belém foi um dos destinos que eu mais gostei de ter conhecido. Dica: não deixe de explorar os temperos, aromas e texturas do Mercado Ver-o-Peso e os sorvetes da Cairu!

Belém é destino exótico, com uma troca cultural muito grande e uma gastronomia especial.

Castanhas, cupuaçu, macaxeira (conhecido como aipim aqui no Sul e como mandioca em outros estados), tacacá, peixe filhote, pato no tucupi e açaí – que não se compara com o que a gente vê por aí.

Tacacá ou tucupi, prato com a cara da região Amazônica

E depois de tudo isso é impossível não ficar com fome de viajar pelo Brasil. Meta para 2019 e para os próximos anos: explorar mais cada cantinho desse país tão maravilhoso.

Promoção 2 Milhões de Milhas

Então, que tal começar arriscando a sorte participando da promoção do seu Zaffari Card e Bourbon Card? Dez pessoas ganharão 200 mil milhas cada para escolher o destino aonde querem ir. Os ganhadores também terão a possibilidade de trocar as milhas por estadias nos melhores hotéis, aluguel de carros para percorrer o mundo, entre outros produtos e serviços conforme as opções oferecidas por intermédio da Smiles. Para participar, basta pagar suas compras com o seu Zaffari Card ou Bourbon Card até 31/05/2019. A cada R$ 400 acumulados você ganha automaticamente um número da sorte para concorrer. Quanto mais números, mais chances! Faça suas compras e concorra.

Saiba mais

Novidades e promoções por e-mail


App cartões Zaffari

Acesso rápido e simples a tudo que você precisa saber sobre o seu cartão.

Baixe nosso aplicativo na Google Play! Baixe nosso aplicativo na App Store!